«O Caso Girassol» vai ser doado

Publié le par Zetantan

Fanny Rodwell, a viúva de Hergé (1908-1983), o criador de Tintin, vai oferecer uma prancha das aventuras do famoso repórter dos quadradinhos ao Museu Nacional de Arte Moderna do Centro Pompidou, em Paris. A oferta terá lugar depois de amanhã, funcionando como que um encerramento das comemorações do centenário do nascimento de Hergé, pois ele nasceu a 22 de Maio de 1907, em Etterbeek, na Bélgica.

A prancha em questão é a 12.ª do álbum "L'affaire Tournesol" ("O Caso Girassol", na versão portuguesa da Verbo) e foi publicada inicialmente a 16 de Março de 1955, no décimo fascículo desse ano da revista Tintin. No ano seguinte integrou a edição da Casterman da primeira versão em álbum desta história, típica do período da guerra fria, que narra a busca empreendida por Tintin e o capitão Haddock do professor Girassol, raptado por uma potência estrangeira interessada em apossar-se dos seus conhecimentos na área dos ultra-sons.

Em comunicado, o Centro Pompidou, que dedicou uma grande exposição ao criador de Tintin entre Dezembro de 2006 e Fevereiro de 2007, declarou que "esta doação excepcional permite abrir as colecções conservadas pelo Museu a um novo campo de criação, a banda desenhada". E acrescenta "Completamente desenhada à mão por Hergé, testemunha o controlo total que ele detinha, na plenitude do seu talento". F. Cleto e Pina

in Jornal de Noticias 

Publié dans tintinofilo

Commenter cet article

Milou 24/05/2008 20:07

Famoso  en moderna versiono... Thank YOU... Del amigo MILÚ... )') )') VIVA DAS AVENTURAS...