Aluno premiado com um desenho com o foguetão do Tintin

Publié le par Zetantan

Aluno da EB 2/3 de S. Romão do Coronado, Trofa, fez um desenho que vai ser estampado na camisola de um astronauta da AEE e, lá para meados do ano, vai poder falar com ele. Via rádio.

Com 11 anos, foi um dos três estudantes europeus, entre uma italiana e um belga, que viram os seus desenhos premiados pela Agência Espacial Europeia, num universo de mais de dois mil trabalhos. Bruno está indeciso. Não tem a certeza firme de que gostaria de viajar até ao Espaço. Torce o nariz: "Gostava de ir para ver como aquilo é, mas, ao mesmo tempo, não gostava porque, quando o foguetão descola, faz uma fricção", esclarece. Mas carrega, portanto, a curiosidade - bichinho que, aliás, faz questão de saciar diariamente, através de livros e da internet -, e sabe agora que uma parte de si irá além da atmosfera terrestre, rumo ao Cosmos. Porém, o que o entusiasma verdadeiramente não é saber que o astronauta Frank De Winne vai usar, numa missão espacial, uma t-shirt com o desenho que fez. O que fascina este aluno do 6º ano da EB 2,3 de S. Romão do Coronado, na Trofa, é a possibilidade de falar, via rádio, com o astronauta, o que deverá acontecer entre Maio e Junho, quando De Winne estiver na Estação Espacial Internacional. Este foi, de resto, para Bruno Guerra, o prémio maior do concurso "Manda o teu desenho para o Espaço", promovido pela Agência Espacial Europeia junto dos países membros e que destacou ainda os trabalhos de uma italiana e de um belga, num universo de mais de dois mil desenhos de crianças entre os seis e os 12 anos.

Enquanto não se decide quanto à vontade de rumar ao Cosmos (e não vá o destino dar voltas...), o artista eleito pela ESA vai "procurar esclarecer dúvidas sobre o Espaço": "Se os treinos são difíceis" ou "se todas as pessoas podem tornar-se astronautas", a exemplo. "Bruno é uma pessoa muito curiosa", atesta Graça Pereira, a professora de Português que impulsionou a participação no concurso. Aparentemente imune a elogios, o pequeno - "um dos melhores alunos da turma", torna a docente - mergulha numa aventura do mais célebre repórter do Mundo, Tintim - o herói de eleição de Bruno, a par de Astérix. Os olhos do rapaz devoram as vinhetas desenhadas por Hergé, no seu "Explorando a Lua", do qual nasceu a inspiração para o foguetão vermelho que conquistou o júri da ESA. "É um trabalho simples", descreve Graça Pereira, "feito com cartolina normal e papel autocolante". Os recortes e as colagens fizeram o resto, desenhando os "elementos que simbolizam o Espaço e a Terra", como o Planeta envolto numa gigante gota de água, aponta a professora.


Artigo de Ana Costa para Jornal de Notícias - http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Gente/Interior.aspx?content_id=1065163 

Publié dans Tintim em Portugal

Commenter cet article