A correspondência de Hergé em livro

Publié le par José Vitor Silva

A vida e a obra de Hergé tem sido objecto de vários estudos e ensaios, sustentando a numerosa bibliografia sobre o Tintin e o seu criador.

Também a correspondência de Hergé, preservada pela Fundação Moulinsart, foi catalogada e anotada, dando origem ao livro, há muito esgotado, «Hergé Correspondance».

Editado pela Duculot, em Novembro de 1989, esta obra de 191 páginas reúne dezenas de cartas recebidas e emitidas por Hergé, escolhidas e anotadas por Edith Allaert e Jacques Bertin. O prefácio é do escritor e jornalista francês Olivier Todd.

O livro divide-se em onze capítulos, cada um com missivas relacionadas, ou com o mesmo assunto, ou com o mesmo destinatário.

Assim, no primeiro capítulo são reunidas missivas com dados para a elaboração do episódio «O Lótus Azul»,  do abade Edouard Neut, padre residente na China,  e do artista chinês, amigo de Hergé, e inspirador da personagem Tchang, Tchang-Tchong Jen. No capítulo três é reunida alguma correspondência com o desenhador de Corentin, Paul Cuvelier. E nos restantes, encontramos missivas dos escritores Gabriel Matzneff e Gabrielle Rolin e finalmente, no último capítulo, cartas que tentam traçar um retrato psicológico de Hergé.

Infelizmente, não se encontram nesta obra, quaisquer missivas de portugueses, nomeadamente de Adolfo Simões Muller, aquando do seu contacto para a publicação das aventuras de Tintim n' «O Papagaio» e «Diabrete».

Publié dans Biblioteca

Commenter cet article