Tintim em Arpitan

Publié le par José Vitor Silva

A Associação Cultural Arpitana comunicou que irá lançar no próximo mês de Março de 2007 um álbum do Tintin em arpitan ou francoprovençal que se junta a um outro já editado em Abril deste ano: «Les peguelyons d'la Castafiore». Também já fora editado em bressan, derivado do francoprovençal o mesmo álbum, que se junta a capa.

O arpitan é uma três grandes línguas galo-romanas, juntamente com o occitan e o françês. A área de difusão desta língua estende-se por três países: França, Suiça e Itália.

Na tradução do álbum serão utilizadas vários dialectos arpitan. Assim, Tintin falará savoyard (da cidade homónima), Haddock lionês e os personagens secundários utilizarão dialectos vaudoises (do cantão do mesmo nome) ou valdôtaines ou ainda um arpitan sem regionalismos específicos.

O objectivo desta edição é chamar a atenção das autoridades para a necessidade do reconhecimento oficial da língua, assim como demonstrar a unidade linguística dos arpitanistas, a euro-região da Arpiânia. Por fim, dado o interesse geral pelas aventuras do Tintin, o álbum será um grande contributo pedagógico para o ensino da língua.

Quaisquer contactos poderão ser efectuados para:

Arpitania, Vy de la Vialle 5, 42100 Saint-Etienne, França

eric.varnay@arpitania.ch

Em 22 de Maio de 2007, será lançado «O Caso Girassol» em patois arpitan de la Gruyére (cantão suiço de Friburgo). Será editado pela Casterman, em colaboração com a associação tintinófila Alpart, sendo traduzido por Joseph Comba, líder dos arpitanistas patois de Friburgo.

Finalmente, informa-se que o site http://tintin.arpitania.eu está disponível desde do próximo de 1 de Setembro.

 Ver o artigo anterior

Publié dans Idiomas

Commenter cet article